O Poder de Jesus Cristo Yeshua Nosso Senhor

O Poder de Jesus Cristo Yeshua Nosso Senhor
Jesus Cristo Criador dos Céus e da Terra e de Todo Universo Infinito

Belo Horizonte Tem Jeito Jesus Cristo

Belo Horizonte

Belo Horizonte
A Capital de Minas Gerais

A Capital de Minas Gerais

As Nove Regiões Administrativas

Regiões Administrativas de Minas Gerais

No Mais Belo Horizonte Cerimonial

Na Aurora da Vida...No Mais Belo Horizonte...

Belo Horizonte Viaduto Santa Tereza

Belo Horizonte Viaduto Santa Tereza
Belo Horizonte Minas Gerais

Minas Gerais Tem Jeito Jesus Cristo

Minas Gerais Tem Jeito Jesus Cristo
Yeshua Jesus Nosso Eterno Senhor e Salvador

* Belo Horizonte Àrea Central *

* Belo Horizonte Àrea Central  *
* Belo Horizonte Capital *

Centro Administrativo de Minas Gerais

Centro Administrativo de Minas Gerais
* Belo Horizonte Cidade Administrativa

Feliz Natal e Próspero Ano Novo - Jesus Nos Ama

Feliz Natal e Próspero Ano Novo - Jesus Nos Ama
Somos Mensageiros do Amor, Humildes Servos do Senhor, Ao Seu Inteiro Dispor

* Município de Belo Horizonte *

*** Município de Belo Horizonte ***
* O Desenvolvimento da Capital *
No início da década de 40, a cidade dobra sua população, bem mais do que o previsto pela Comissão Construtora e passa por uma grande modernização. Consolidava-se a verticalização de sua área central. Esboçavam-se planos diretores no sentido de reorganizar a expansão da cidade. Abriam-se novas avenidas de fundo de vale. Tentava-se cadastrar a cidade. Reconhecia-se a crise habitacional como grave problema social. A década de 40 trouxe o avanço da industrialização, além da criação do Complexo Arquitetônico da Pampulha, inaugurado em 1943 por encomenda do então prefeito Juscelino Kubitschek. O conjunto da Pampulha reúne os maiores nomes do modernismo brasileiro, com projetos de Oscar Niemeyer, pinturas de Portinari, esculturas de Alfredo Ceschiatti e jardins de Roberto Burle Marx. Ao mesmo tempo, o arquiteto Sílvio de Vasconcelos também cria muitas construções de inspiração modernista, notadamente as casas do bairro Cidade Jardim, que ajudam a definir a fisionomia da cidade.
Na década de 50, a população da cidade dobra novamente, passando de 350 mil para 700 mil habitantes. Como resposta ao crescimento desordenado da cidade, o prefeito Américo René Gianetti dá início à elaboração de um Plano Diretor para Belo Horizonte.

Na década de 60, muitas demolições foram feitas, transformando o perfil da cidade, que passa, então, a ter arranha-céus e asfalto no lugar de árvores. Belo Horizonte ganha ares de metrópole. A conurbação da cidade com municípios vizinhos se amplia.


*** Governador do Estado de Minas * Aécio Neves ***
*** Quem incrementou o projeto de Oscar Niemeyer ***
* Centro Administrativo do Estado de Minas Gerais *



* Centro Administrativo do Estado de Minas Gerais *
O empreendimento terá seis edificações divididas em duas torres de 15 andares cada uma, consolidando a eficiente política de gestão pública do Estado, a obra avaliada em R$ 880 milhões, será implantada pela Codemig. O ousado projeto do Governo de Minas será construido numa àrea de 800 mil metros quadrados. Da àrea total 200 mil metros quadrados serão destinados às edificações. Este projeto está sendo desenvolvido pelo arquiteto Oscar Niemeyer.


*** Apoio Cultural * JC Band ***
*** JC Band in concert - Música Progressiva Cósmica ***
*** http://www.jcband.com.br



*** By JC ***

Nenhum comentário:

* Década de Oitenta *

Na década de 80 foi iniciada a implantação do metrô de superfície e a memória da cidade começou a ser mais valorizada. Em 1980, milhares de pessoas tomaram a então Praça Israel Pinheiro (hoje, Praça do Papa) para receber o próprio Papa João Paulo II. Devido à sua altitude, na praça a vista da cidade é privilegiada, o que fez com que o papa ali dissesse: "Que belo horizonte!", o que provavelmente corroborou para que a praça ficasse mais conhecida hoje como Praça do Papa. A cidade foi palco ainda de grandes manifestações visando a queda da ditadura militar no Brasil, sob a liderança de Tancredo Neves, na época governador do Estado. A fisionomia urbana foi novamente alterada com a proliferação de prédios em estilo pós-moderno, especialmente na afluente Zona Sul da cidade, graças à influência de um grupo de arquitetos liderado por Éolo Maia. Na mesma década, a cidade também passou a ser servida pelo Aeroporto Internacional de Confins, na época localizado no município de Lagoa Santa (hoje em Confins), a 38 km do centro da capital.

* Década de Noventa *

A década de 1990 foi marcada pelo reforço da estrutura administrativa do município, com a aprovação em 1990 da Lei Orgânica do Município e do o Plano Diretor da cidade, em 1996. A gestão municipal se democratizou com a realização anual do Orçamento participativo. O desafio ainda em curso diz respeito ao fortalecimento da gestão integrada da Região Metropolitana de Belo Horizonte, que reúne 34 municípios que devem cooperar entre si para a resolução de seus problemas comuns.
Nesta primeira década do século XXI, Belo Horizonte está se consolidando no cenário internacional como um grande centro nas áreas de
Biotecnologia, Informática e turismo de negócios. Alguns dos investimentos recentes nesses setores são a implantação do Parque Tecnológico de Belo Horizonte, do Laboratório do Google para a América Latina e do moderno centro de convenções Expominas.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.